O que encontrará aqui:

Conteúdo autoral, insanamente criativo, ebooks para ler e sonhar, resenhas, opiniões e idéias, sobre livros, escritores, cotidiano! Tudo junto em um espaço insanamente democrático!

2 de mar de 2014

Resultado da Promoção Correntes do Passado

Importante: Algumas pessoas que foram sorteadas não cumpriram com todos os passos solicitados para a participação no sorteio.
O resultado final, anunciamos a seguir.
Os ganhadores da Promoção Corrente do Passado, são:

1º  - D. Silva Ribeiro (que segue o blog Letras Insanas como Dejanira Rozeni Ribeiro)

2º - Raquel Rodrigues

3º - Lia Amorin

Os ganhadores, devem entrar em contato com Tuka Vilhena (pelo in box  do Facebook) até 09/03/2014, mandando o seu endereço para a devida postagem dos prêmios.
Parabéns a todos!



O Blog Letras Insanas e a autora Tuka Vilhena agradecem a participação.

1 de mar de 2014

O Sorteio é amanhã - 02/03/2014


Não perca a chance de levar o livro, a charmosa caneca e um mouse pad fofo para casa!

O sorteio acontecerá no dia 02/03/2014!

Para participar você tem que: 

- Curtir a página da autora. Clique aqui:https://www.facebook.com/tukavilhena?fref=ts
-Participar do grupo da autora. Clique aqui:https://www.facebook.com/groups/1396134573973118/?fref=ts
-Curtir a página do Blog Letras Insanas. Clique aqui:https://www.facebook.com/LetrasInsanas
- Seguir o Blog Letras Insanas. Clique aqui:http://insanasletras.blogspot.com.br/
-E por último e não menos importante, se inscrever no sorteio!
https://www.facebook.com/tukavilhena/app_154246121296652

Importante: Caso a pessoa sorteada, não tenha cumprido as regras acima, será realizado novo sorteio.


19 de fev de 2014

Postagem Insana Especial: Poema de Bernardo Reis

                                    LOUCURAS


                             
Loucura é ter que andar
Loucura é ter que caminhar
Loucura é ter que correr
Como em um entardecer
Você se pergunta se ele vai voltar
E onde ele deve estar.
 
Loucura é ter que continuar
Continuar a me aturar
Loucura é ter que saber
Que as palavras tem cores
Que tem tamanhos e formas

E me pergunto.
Como é possível.
Mas agora sei.

As palavras são escuras.
Como poço, noite e tumbas
As palavras são afiadas
Como faca, tesoura e espadas
               
Ainda me pergunto como faz sentido
E esse é o motivo
Motivo não só de falar
E sim de entender
Como o céu de um luar


Bernardo Reis





Bernardo Reis tem 10 anos e está no 5º ano do Ensino Fundamental.


Como o sobrenome denuncia, é filho da insana Nina Reis!