O que encontrará aqui:

Conteúdo autoral, insanamente criativo, ebooks para ler e sonhar, resenhas, opiniões e idéias, sobre livros, escritores, cotidiano! Tudo junto em um espaço insanamente democrático!

30 de dez de 2013

Desejamos um 2014 insanamente Feliz!




"Quem teve a idéia de cortar o tempo em fatias, a que se deu o nome de ano, foi um indivíduo genial. 
Industrializou a esperança fazendo-a funcionar no limite da exaustão. 
Doze meses dão para qualquer ser humano se cansar e entregar os pontos. 
Aí entra o milagre da renovação e tudo começa outra vez 
com outro número e outra vontade de acreditar que daqui para adiante vai ser diferente... 

Para você, Desejo o sonho realizado. 
O amor esperado. A esperança renovada. 
Para você, Desejo todas as cores desta vida. 
Todas as alegrias que puder sorrir. 
Todas as músicas que puder emocionar. 

Para você neste novo ano, 
desejo que os amigos sejam mais cúmplices, 
que sua família esteja mais unida, 
que sua vida seja mais bem vivida. 

Gostaria de lhe desejar tantas coisas... 

Mas nada seria suficiente... 
Desejos grandes... 
e que eles possam te mover a cada minuto,
no rumo da sua FELICIDADE!!!"


Desejamos que em 2014 você tenha Muitos Desejos!!!


14 de nov de 2013

Entrevista Insana


No dia 23 de Novembro, a insana Tuka Vilhena, lançará seu primeiro livro. 
Momento de alegria e celebração para o Letras Insanas.
Experimentando desde já, os frutos de seu apaixonante trabalho, concedeu uma entrevista à sua aluna Julia Bacelar, que gentilmente nos autorizou a postar a entrevista aqui no blog.
Deliciem-se e conheçam um pouco mais da autora e sua sobra. 



Nascida em Lins, mas Jundiaiense de coração desde seus nove anos, Ana Maria Vilhena Coelho, também conhecida como Tuka Vilhena (seu pseudônimo), vem lançando seu primeiro livro “Correntes do Passado” e eu, como sua aluna por anos, tive o prazer de entrevista-la. 

Acompanhe a entrevista a seguir:




Como está sendo pra você saber que um livro seu irá ser publicado? Bate algum nervosismo ou você está conseguindo encarar numa boa?

Eu não diria nervosa, mas sim ansiosa. Não vejo a hora de ter o livro nas mãos e poder conversar com as pessoas sobre a história.

O que levou a fazer o livro? Sempre foi seu sonho ser escritora ou leva isso como um hobby?

Eu visitei um blog de leitura no ano passado e eles estavam promovendo um concurso de contos, logo me veio na cabeça uma história e eu resolvi tentar escrever. Não ganhei nada no concurso, porém fiz várias amizades com outras mulheres que gostavam de escrever e elas me incentivaram a continuar colocando no papel as diversas histórias que tenho em minha cabeça, então em abril de 2012 comecei a escrever Correntes do Passado. Naquela época escrevi por diversão, sem pensar que um dia iria publicar a história do Joshua e da Esther.

"Correntes do Passado" vai ser um livro único ou ira ter continuação? 

De início iria ser apenas um livro, mas uma coisa interessante aconteceu. Enquanto escrevia Correntes do Passado, um dos personagens começou a ganhar vida e senti a necessidade de escrever sobre ele, assim surgiu Armadilhas do Destino, que já está terminado e agora estou escrevendo o último livro desta série, cujo título é Sombras do Tempo. Mas os livros poderão ser lidos de forma individual, sem comprometer o entendimento da história.

Você pretende fazer outros livros também?
                             
Sim, na verdade eu já tenho mais duas séries na cabeça, me atormentando para serem escritas. Uma se passa na época medieval, e a outra durante as guerras napoleônicas, no entanto ainda preciso estudar mais sobre os dois períodos, para dar os detalhes históricos corretos.

Para assinar o livro, você usa o nome "Tuka Vilhena", certo? Da onde ele surgiu? Existe alguma historia por trás desse nome?

Tuka era o apelido que meu marido me deu quando ainda éramos namorados e em meus quadros, sempre assinei como Tuka Vilhena, assim foi natural usar este nome no livro.

Em sua opinião, você acha que "Correntes do Passado" irá agradar a todos ou vai ter um publico alvo? E se tiver, qual será esse publico? 

Agradar a todos sei que não irá, pois cada pessoa tem seu gosto particular. O livro é uma história que se passa em 1885, no velho oeste americano, na verdade, no Texas, em uma cidade fictícia, que chamei de Cold Water. Tem de tudo, aventura, bandidos, xerifes, tiroteio, romance, tem até um incêndio. O publico alvo pode ser variado por causa da história, espero que você leia e depois me diga se gostou...

E agora nos conte um pouco sobre o livro

Vou contar a vocês a sinopse que irá na capa de fundo:

Do alto de um desfiladeiro um procurado da justiça despenca nas águas turbulentas do Llano. Subjugado por algemas, o sangue se esvai do corpo jovem e sua redenção começa pelas mãos de um homem desesperado, cuja honra duela com a necessidade de proteger as mulheres a quem ama. Mulheres indomáveis, resistentes como as flores que nascem entre as pedras do caminho trilhado pelos antepassados que desbravaram o oeste.
            Um homem em busca da verdade e uma mulher determinada a proteger a família... A descoberta do verdadeiro significado da confiança, coragem, honra redenção, amor e justiça em uma surpreendente história de amor que transformou a vida de toda uma comunidade, em meio ao velho oeste americano.”





Julia Bacelar é aluna do 2º Ano do Ensino Médio, da E. E. Professor Adoniro Ladeira, em Jundiaí -  São Paulo.







Para comprar o seu exemplar de Correntes do Passado, você pode entrar em contato com a Editora Highlands:

ou








2 de nov de 2013

O Pessegueiro - Sarah Addison Allen



Sinopse:

Willa Jackson vem de uma antiga família que ficou arruinada gerações antes. A mansão Blue Ridge Madam, construída pelo bisavô de Willa durante a época área de Walls of Water, e outrora a mais grandiosa casa da cidade, foi durante anos um monumento solitário à infelicidade e ao escândalo. Mas Willa soube há pouco que uma antiga colega de escola – a elegante Paxton Osgood – da abastada família Osgood, restaurou a Blue Ridge Madam e a devolveu à sua antiga glória, tencionando transformá-la numa elegante pousada. Talvez, por fim, o passado possa ser deixado para trás enquanto algo novo e maravilhoso se ergue das suas cinzas. Mas o que se ergue, afinal, é um esqueleto, encontrado sob o solitário pessegueiro da propriedade, que com certeza irá fazer surgir coisas terríveis. Pois os ossos, pertencentes ao carismático vendedor ambulante Tucker Devlin, que exerceu os seus encantos sombrios em Walls of Water setenta e cinco anos antes, não são tudo o que está escondido longe da vista e do coração. Surgem igualmente segredos há muito guardados, aparentemente anunciados por uma súbita onda de estranhos acontecimentos em toda a cidade.



   Willa, Paxton, Colin, Sebastian, Agatha e Georgie são os personagens principais desse livro cheio de magia, fantasma, sussurros de segredos ( que fazem as pessoas contarem coisas que jamais contariam),  segredos sombrios, amor e sobretudo amizade. Abaixo um pouquinho de cada um deles:


Willa - é uma mocinha que já fez muita coisa errada na vida e que depois de perder o pai foi obrigada a amadurecer. Apesar de ter sua casa e seu próprio negócio, ainda sente falta de alguma coisa. Sua única amiga é a Rachel, que trabalha na cafeteria dentro de sua loja. A única diversão a que se permite, é observar a evolução da restauração da Blue Ridge Madam, pois, mesmo sem jamais ter entrado no casarão, sente-se atraída por ele de uma forma mágica.

Paxton - é séria, responsável e ainda vive com a família, pois todas as vezes que tentou se mudar para algum lugar só dela, os pais dão o maior show. E como o seu irmão Colin nunca está por perto, ela acaba sentindo-se culpada de deixar tudo e seguir sua própria vida. A única pessoa, além do irmão, que ela confia é Sebastian, na verdade, ela está meio apaixonada  por ele, mas não quer pensar muito no assunto, com medo de a amizade acabar.

Colin - é o irmão gêmeo de Paxton, arquiteto paisagista que mora em Nova York a mais de 10 anos. Só voltou para casa por um tempo maior, para atender ao pedido de Paxton na restauração da Blue Ridge Madam. Nutre um sentimento por Willa e espera entender o que realmente é.

Sebastian - era bem zoado na escola, por sua escolha de roupas. Além disso, seu pai era alcoólatra e costumava maltratá-lo. Apesar de a cidade provocar certas lembranças, depois de anos longe de Wall of Water ele resolve voltar, e para a sua surpresa acaba se estabelecendo e se tornando o dentista da pequena cidade. Há um ano a sua amizade com a Paxton nem existia, e agora, ele não consegue imaginar-se sem ela.

Agatha - é a avó de Paxton e Colin, ela se sente tão amargurada que só fica feliz quando consegue fazer alguém infeliz também. Possui um segredo que é compartilhado apenas com sua melhor amiga Georgie. Vive em uma casa de repouso e depois que sua neta contou que estava reformando a Madam está a espera de confusão, pois o segredo que havia guardado durante anos, sairia à tona.

Georgie - é a avó da Willa,  passou da riqueza a pobreza de um dia para o outro. Nunca falou sobre isso com ninguém a não ser com sua melhor amiga Agatha. Atualmente vive na mesma casa de repouso que a Agatha e já não se recorda mais de muitas coisas, apenas de certo pessegueiro.


   Só posso dizer que amei esse livro e cada um dos personagens, a Willa inquieta e que detesta trilhas e caminhadas na mata, apesar de possuir uma loja de artigos esportivos. Colin com seu olhar sempre cansado por não conseguir dormir direito. Pex mostrando que por trás dos terninhos e dos coques perfeitos existe uma mulher real e acessível. Sebastian que apesar de tudo que viveu é uma pessoa doce e carinhosa. Agatha com toda a sua complexidade, sua dureza, no fundo guarda um profundo senso de lealdade e amizade e George que já está bem esquecida das coisas, mas que tem um papel fundamental em toda a trama. Foi lindo ver o amadurecimento e a libertação de cada um deles.

   É engraçado, romântico, misterioso e apenas sendo apreciado se pode entender.

   Aproveito para deixar aqui meus parabéns a Editora Planeta, pela bela capa, pelo capricho da letra usada, e por cada início de capítulo em que o testo formava os galhos de um pessegueiro, achei lindinho.




Eu nunca havia lido nada da Sarah, mas depois desse ótimo livro fui pesquisar e achei os livros abaixo, que estou louca para ler, mas pelo que eu vi só foram publicados em Portugal.



Bom sábado a todos!! 

Bjss Rafa.


25 de out de 2013

Insanidade Nacional: Resenha do Livro Verdade ou Consequência - Matheus Frizon

Após um jejum literário de meses, quebrei a promessa que fiz a mim mesma e passei o livro Verdade e Consequência, de Matheus Frizon para o topo da minha lista de leitura. Lugar ocupado há algum tempo pelo último livro da Série Dark Hunters, a minha preferida e fui simplesmente conquistada pela história de amor de Alice Barellin e Alec Sales.
Esclareço que não sou apaixonada pelo estilo NA, tão badalado nos últimos tempos. Não tenho nada contra esse tipo de leitura, somente não é o meu preferido.
Então quando digo que me apaixonei pela história, pelos personagens principais e por alguns dos personagens secundários, vocês podem imaginar o alcance do “feito” desse autor!
A história é ótima, instigante, com reviravoltas surpreendentes e um final digno de cinema!

Vamos aos protagonistas:

Vou deixar a própria mocinha se apresentar:

Alice Barelin
...Sou uma fracassada. A prova disso é que a minha mãe me abandonou quando eu tinha sete anos. Levou a minha casa; a minha felicidade; a minha irmã gêmea Belle. Fico imaginando se ela se parece comigo e se tem esse cabelo cor de merda que chega ao pescoço...
... Bem, atualmente estou estudando Biomedicina. De início, foi só uma tentativa, uma maneira de não abandonar o Derek. Gosto dele de verdade! Ah, estou gostando muito do curso, mas nunca abandonarei a minha carreira de atriz – que ainda não começou. Até já sei o meu futuro: primeiro, uma peça vagabunda. Depois, a uma grande emissora brasileira e, enfim, Hollywood. Pode apostar!

Observação: Vocês acham que o Derek é o mocinho? Não!
Derek é o melhor amigo da Alice e a gente se apaixona por ele no decorrer da leitura.


Já que a Alice se apresentou, irei deixá-la apresentar o mocinho também:
 ... Eu devo ter batido a cabeça com muita força – não me lembro de ter batido a cabeça -, porque estou vendo o rosto de um cara lindo preso no corpo perfeito, escultural, monumental...
... Ele encolhe os olhos em tom escuro e seu cabelo está totalmente desgrenhado...
...Definitivamente ele é o filho da mãe mais lindo que já vi em toda essa minha vida medíocre. Mas, vamos, a companhia dele não é uma das melhores. São nos melhores frascos que estão os piores perfumes, já dizia alguém que não me lembro...

Alice é uma anti mocinha e em sua loucura é encantadora.
Apesar de se acreditar uma fracassada, ela na verdade é uma batalhadora.
Mora em seu próprio antro (minúsculo, mas é dela), faz biomedicina, trabalha em um laboratório de analises clinicas e ainda corre atrás do sonho de ser atriz.
Ela tem uma história sofrida, que acreditem, complica-se um pouco mais.

Alec é um sobrevivente.
Apesar do nome, nosso mocinho não é americano, na verdade ele é Boliviano.
A história dele é marcada pela tragédia, fome e violência.
Um jovem de 21 anos com uma bagagem pesada demais para carregar.
Nosso mocinho está longe de ser perfeito, tem uma profissão controversa e estigmatizada, ele é garoto de programa.

A história começa, quando os destinos desses dois jovens, literalmente colide um contra o outro.

E de uma maneira própria, com pitadas de humor e momentos que ora nos deixam revoltadas, ora nos deixam com o coração na mão, somos cativados pelo escritor a cada página.

A história de passa em Feira de Santana, na Bahia, mas foi escrita de uma maneira, que podemos imaginá-la acontecendo em São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba ou Nova Iorque.
Verdade ou Conseqüência nos coloca diante de nossos preconceitos.
Somos confrontados conosco mesmos.
Quando assumimos, mesmo sem intenção, o posto de arautos da verdade e bons costumes e
julgamos o outro, sem nos preocuparmos em conhecer sua história.
Um ponto para autor por não ter dado ares de “glamour” a prostituição.
Quando Alec é confrontado por Alice a contar toda a verdade, ele nós dá um relato cru e verdadeiro desse mundo desconhecido e marginalizado.
Somos presenteados com dois excelentes personagens secundários: Derek, o melhor amigo da mocinha e Jonathan, o melhor amigo do mocinho.  Eles são bonitos, íntegros e loucos para encontrar a mulher de suas vidas.
O final é lindo, com direito a automóvel em alta velocidade, atriz com figurino de noiva correndo pelo aeroporto de Salvador, seguranças correndo atrás da mulher amalucada e uma linda declaração de amor feita através dos auto - falantes do aeroporto.


Parabéns ao Matheus Frizon, pela história, pela dedicação.
Nós do Letras Insanas desejamos todo o sucesso do mundo para você!
Leitura super recomendada!

Beijos
Nina Reis

 Página do autor no Facebook:

Página do Livro no Facebook:


*Imagens extraídas da página do livro Verdade ou Consequência no Facebook.

5 de out de 2013

Vem por aí...

Thomas Downey: um bandido perigoso que aterrorizava o Texas..

... Tinha a pele clara, já queimada pelo sol. Os cabelos castanhos escuros eram lisos, e os usava mais longos que o normal nos vaqueiros, de modo que quase lhe chegavam aos ombros. O queixo quadrado e os olhos verdes, que herdara da mãe, de quem pouco se lembrava, davam-lhe ainda mais a aparência de ser um homem frio e calculista. Não era muito alto, tinha pouco mais de 1,80 metros de altura, mas era forte...


Um trecho de CORRENTES DO PASSADO - TUKA VILHENA




Livros que comprei e ganhei em Setembro

Olá pessoal,

hoje vim mostrar minhas comprinhas básicas e os livros que ganhei no mês de setembro.

Os que eu comprei:


Estou lendo o As Regras da Sedução e estou adorando, a Alexia é uma mocinha forte que não exita em falar tudo o que pensa e o Hayden apesar de se fazer de canalha, na verdade é um fofo!



Os Pecados de uma Dama é o terceiro livro da Série Lordes Irreverentes. Por enquanto só li o primeiro Os Desafios de uma Dama que até fiz resenha. 

Ordem da série:
1- Os Desafios de uma Dama
2- As Tentações de uma Dama
3- Os Pecados de uma Dama


Estou gostando tanto do As Regras da Sedução, o primeiro da série, que não teve outro jeito se não comprar logo o segundo, Lições do Desejo. Confesso que mesmo que não estivesse gostando eu iria comprar esse, porque achei a capa linda! kkk.
Ps: Nem terminei o primeiro e nem li o segundo, mas já estou esperando ansiosa o lançamento do terceiro Jogos do Prazer, olhem só essa capa!





O Paixão é o segundo livro da Série Notorious. O primeiro é o  Sedução que eu tenho e adorei a leitura, o Damien apesar das circunstâncias, realmente faz jus ao nome do livro, porque com pequenos gestos ele vai seduzindo a Vanessa ao longo do livro. Pelos comentários que li, o Paixão é tão bom quanto o primeiro.  



O Limite da Paixão é o segundo livro que saiu do Clã Brunson, o primeiro se chama Fronteira do Desejo. Ainda não consegui ler nenhum dos dois, mas quem sabe até o final do ano... kkk



A Judith é outra Diva para mim, acho os livros dela incríveis! O Whitney, meu amor é o segundo livro da  série Dinastia de Westmoreland. 

Dinastia de Westmoreland
1-  Um Reino de Sonho
2- Whitney, meu amor
3- Até Você Chegar
4- Milagres  ( que parece que é um pequeno conto que tem o desfecho de alguns personagens) 


Não via a hora de sair esse livro nas bancas, Jogo de Sedução foi o primeiro livro da Nora que eu li, e depois dele me viciei e não parei mais. Adoro a Serena e o Justin, na verdade gosto de toda a família, a cada livro dos MacGregors você acaba se apaixonando mais pela escrita da Nora e por cada personagem <3



Eu adorei o Belo Desastre e agora com a versão pela perspectiva do Travis eu não poderia deixar de comprar. Confesso que no Belo Desastre teve horas que queria bater no Travis kkk, agora vamos ver no Desastre Iminente.



O Segredo de Emma Corrigan é um dos meus livros preferidos, enquanto eu estava lendo teve horas em que gargalhava alto com as confusões da Emma e com o que o chefe dela fazia ela passar.




Li uma resenha sobre esse livro e me interessei. Na resenha falava que o Cretino Irresistível tinha diálogos bons e inteligentes e que a mocinha respondia a altura ( e isso já me ganhou, detesto mocinhas sem vida e que aceitam tudo que falam e se fazem de coitadas), como estava em promoção na Saraiva resolvi arriscar, confesso que estou curiosa e ao mesmo tempo como medo de me decepcionar.



Ai a capa do Retrato do meu coração é uma das minhas preferidas, eu adoro ela desde a primeira vez que a vi, mas sempre acabava protelando a compra dele porque ou estava muito caro ou quando eu decidia comprar estava esgotado. Comprei ele no feirão do livro e minha amiga Tatá me falou que ele faz parte da Série Rawlings e que o primeiro livro é o A Rosa do Inverno (é da Peggen MacDougal e do Edward Rawlings que são tios do Jeremy) -que estou lendo e amando - e que o segundo e ultimo da série é o Retratos do meu coração que conta a história do Jeremy. 

Série Rawlings 
1- A Rosa do Inverno 
2- Retratos do meu Coração 



Já li esse livro a um tempão e adorei, ele é o terceiro livro da Série Sexto Sentido. Gostaria muitos que os outros 3 livros também fossem publicados no Brasil, quem sabe a Harlequin não resolve publica-los né?! A esperança é a ultima que morre! 

Série Sexto Sentido
1- Paraíso
2- Rosas & Alma 
3- À Flor da Pele 
4- Fire In The Blood 
5- Bed On Arrival 
6- Live and Yearn 


Os que ganhei:


Esses dois ganhei da minha amiga Tatá. A capa de Pequenos Cupidos é uma graça!



E esses dois ganhei da minha amiga Samira.

Ufa acho que acabei, conforme eu for lendo vou tentando colocar no blog!

Rafa.



1 de set de 2013

Como eu era antes de você! Bem menos humilde! rssss


COMO EU ERA ANTES DE VOCÊ

Eu era uma leitora que acreditava ser capaz de definir uma historia nos dois primeiros capitulos! E tcharam!!!!!!!!!!!!! Quebrei minha carinha sorridente!!!!!!!!!!!!!! Rsss
Quanto a história, vamos aos fatos:




                  Não foi o que eu imaginava, não chorei como acreditava, porém emocionei me mais do que pensei que poderia, diante da construção inteligente e primorosa do enredo.
                  Começa devagar, um recorte de momentos na vida dos personagens principais, Will e Louise.
                  Ele personifica a descrição pura da vida direcionada para um objetivo, o topo do mundo, nasceu, cresceu e desenvolveu se para o sucesso!
                  Ela começa enfadonha, perdida, alheia, carregando insultos como botons na lapela da farda, com a displicência de quem passa pela vida, alguém moldada para o grande nada das vidas suburbanas, dos invisíveis da nossa sociedade, dolorosamente vazia de objetivos.
                  E então o destino entra em ação, os mundos se encontram, a figura peculiar e colorida da Louise é atacada literalmente pela máscara da miséria que se tornou o Will, e dai em diante toda a trama se costura e desenvolve.
                  Você torce, se desespera, tem esperanças, fica frustrado, tem vontade de balançar os dois até que os cérebros chacoalhem, teme, sorri e até rola uma lágrima ou outra diante da injustiça das atitudes corriqueiras, que nós mesmos somos capazes de ter frente ao que nos choca e não gostamos de encarar.
                  E acreditem, pode não parecer, mas é uma história de amor, amor pela vida, por si e pelo outro, um pequeno exercício de respeito, de humildade e como o amor pode ser pleno e transformador, mesmo que não siga o padrão convencional dos enredos românticos.
                  O que me marcou, dentro de todas as mensagens e pontos suscitados, ao longo do texto primorosamente construído por esta inglesa? De verdade... foi uma pergunta que surgiu durante uma conversa dos dois... 
                   

       O QUE NOS DEFINE?

                   Diante da minha recém adquirida humildade, kkkk, brincadeirinha, sou uma moça humilde sim, :) não tentarei e nem posso dizer o que nos define, mas foi um ponto que me fez pensar bastante sobre o que fazemos com o que a vida nos dá, seja bom ou ruim... 

                       Enfim, indico o livro, é ótimo, nos mostra como as nuances da vida de cada um são aparentes, e escondem profundidades que nos surpreendem, amei a leitura, saiu do lugar comum, e é uma historia de amor tão linda como poucas que tive o prazer de ler e guardar na memória, apesar das milhares que leio desde que comecei a jornada pelas letrinhas....


Essa foi minha dica de leitura, um grande beijo a todos e espero que apreciem a jornada. 
Eva Lopes!


30 de ago de 2013

Filme Clube das Mulheres



Ben Camelino (Joe Hursley) é um homem que está prestes a se casar, ele leva uma vida monótona e está cansado do seu trabalho. Sem dinheiro para pagar a festa de casamento, Ben é forçado pelo futuro sogro a pegar um trabalho como dançarino exótico em um clube. Ele vai tentar manter este segredo, enquanto guarda dinheiro para realizar os sonhos de sua amada. Uma competição de dança pode ser a resposta que Ben esperava: o ganhador vai levar um prêmio de US$65 mil.



  Tenho certeza que se não fosse pela capa ai em cima vocês leriam o nome e já imaginariam os carinhas do Magic Make dançando né?! Hahahahaha,  mas não, nesse aqui apesar de ter stripers não são gatos como aqueles não!

  O Ben tadinho, trabalha em uma empresa de TI, mas não faz nada que o estimule e para completar ainda tem que levar a cachorra da chefe para passear e detalhe ainda tem que verificar como está o cocô dela hahaha.

  Ele está para se casar, mas não tem como bancar o casamento dos sonhos da noiva. O pai da noiva disse que iria pagar, só que o grande problema é que ele também não tem o dinheiro, na verdade está devendo dois mil dólares para o dono do clube de stripers masculino e vai lá pedir mais, só que o Ben estava junto com ele quando ele foi e acabou sendo confundido com o dançarino chamado homem do gelo, por estar segurando dois sacos de gelo.

  Ele sem entender nada é empurrado para o palco e para a surpresa do dono e do sogro acaba se saindo bem.


  Bom ai o sogro dele vendo a oportunidade, fala que ele vai trabalhar lá até pagar os dois mil que ele deve, e dai o Ben sendo convencido de que arranjariam o dinheiro para o casamento aceita e começa a se aperfeiçoar na dança, mas digo para vocês que é hilário.


  Dai o sogro ( fela da pu..) perde todo o dinheiro que ele havia ganho e só resta ele entrar na competição Striperpaluza para tentar ganhar o prêmio de 65 mil dólares.
Imagina aquelas cuequinhas ridícula e ele treinando em casa, olha dei boas risadas.

Em meio a lembranças da infância do Ben, de confusões (porque tudo de ruim que pode acontecer com o Ben acaba sendo pior kkkk), de dancinhas, de cuecas fio dental, de psicóticas e de outras palhaçadas o filme vai se desenrolando!


  Bom eu me diverti muito assistindo.



Aqui a capa em inglês: 




















Aqui o trailer: